Receba nossas atualizações e outras notícias pelo Facebook!

STF recebe ação sobre R$ 100 mil jogados fora por um aliado de Jucá

19/09/2011 de SP - Folha de S. Paulo, por Da Redação

Tamanho da Fonte

+ -

O processo que apura os R$ 100 mil jogados da janela de um carro por um aliado do senador Romero Jucá (PMDB-RR), líder do governo no Senado, às vésperas das eleições de 2010, chegou ao Supremo Tribunal Federal.

A petição deu entrada na Corte no dia 22 de agosto e foi distribuída ao ministro-relator Carlos Ayres Britto. No dia 25, foi encaminhada à Procuradoria-Geral da República, onde aguarda despacho.

O Tribunal Regional Eleitoral em Roraima informou que a petição foi enviada ao STF no dia 15 de agosto para providências, uma vez que o congressista tem foro privilegiado.

O dinheiro estava em poder do empresário e colaborador Amarildo da Rocha Freitas, irmão do ex-deputado federal Urzeni Rocha (PSDB-RR).

Em depoimento, Freitas disse que recebeu um envelope de Jucá momentos antes de ser abordado pela polícia, sem saber que ele continha dinheiro.Em nota, a assessoria de Jucá informou que ele desconhece o processo e que "não foi nem sequer notificado de sua existência". Disse ainda que houve uma representação eleitoral sobre o caso no TRE de Roraima, julgada improcedente. "As contas do comitê financeiro foram julgadas e aprovadas, assim como as contas da campanha do senador Romero Jucá", encerrou a nota.