Receba nossas atualizações e outras notícias pelo Facebook!

Câmara vai estudar impacto

19/09/2011 de SC - Diário Catarinense, por Da Redação

Tamanho da Fonte

+ -

Está aberto o caminho para a criação de novas vagas de vereadores na Câmara de Joinville. Ontem, em encontro entre políticos e empresários, as legendas sugeriram um pacotão para cortar custos e garantir o aumento de cadeiras a partir de 2013.

Entre as propostas estão diminuir para 4% o repasse da prefeitura para o Legislativo, cortar a quantia de carros alugados e reduzir em 25% o valor destinado a pagamento de assessores.

O presidente Odir Nunes (DEM) encomendou uma série de simulações para descobrir o impacto que tais medidas podem ter nas finanças da casa. O resultado deve sair em 30 dias. Para as entidades empresariais, o aumento de vagas até pode ser discutido, desde que não signifique maior gasto público.

Enquanto vereadores e empresários buscavam as alternativas, Adilson Mariano (PT) conseguiu a sétima assinatura e protocolou a proposta que altera o número de parlamentares para 25, condicionando o reajuste de salários dos vereadores ao aumento dado aos servidores públicos municipais. A assinatura que faltava foi de Dalila Leal (PSL). Hoje, o projeto será lido em plenário e na próxima terça-feira será definido o relator.

Do outro lado, os quatro vereadores do PSDB buscam a última assinatura para tentar reapresentar a proposta que mantém em 19 o número de cadeiras. O projeto dos tucanos também sugere que os salários dos vereadores sejam condicionados ao reajuste anual dado aos servidores públicos municipais.

Para aprovar uma mudança na Lei Orgânica, são necessários 13 votos.