Receba nossas atualizações e outras notícias pelo Facebook!

Bancada Evangélica: Que diabos é isso?

O Brasil é um estado Láico ou Secular. Isso quer dizer que não temos religião declarada e que as religiões vigentes não podem interferir na política nacional.
Mas não é isso que observamos na prática.
Muito mais do que a cena tétrica protagonizada pela Deputada Lauriete ou pelo infeliz momento no qual o pastor Marco Feliciano realiza um culto relígioso no Congresso Nacional, a Bancada Evangélica representa uma ameaça a nossa liberdade com propostas como a PEC 99/11
O constante crescimento da Bancada Evangélica também coloca em cheque a representatividade dos mais de 12 milhões de brasileiros que não possuem religião e distancia o fim da absurda imunidade tributária a cultos religiosos.

Estatisticas

Dos 80 integrantes da Bancada Evangélica, 32 (40,00%) somam 235 processos judiciais.
Os processos em questão envolvem acusações como peculato (furto ou apropriação de bens ou valores públicos), improbidade administrativa, corrupção eleitoral, abuso de poder econômico, sonegação fiscal e formação de quadrilha.

A porcentagem de políticos "não evangélicos" que respondem a processos judiciais é de 22,85%.

As Igrejas representadas são: (80),

Suplente na legislatura 2011-2015, assumiu o mandato em 2011 na vaga de Mário Negromonte, nomeado ministro das Cidades.

É ex-pugilista e empresário. Mantém projetos sociais e esportivos (Boxe Brasil e Instituto Acelino Popó Freitas).

É empresário, evangélico, filho do ex-deputado estadual Manoel Ferreira e irmão do vereador de Recife André Ferreira (2009-2013, PMDB). Na Assembleia Legislativa de Pernambuco, foi assessor de comissões e chefe de gabinete do pai.

Exerceu mandatos de deputado federal (2003-2007, PDT; 2007-2011, PMDB).

Formado em direito e em economia. Presidiu a Companhia de Desenvolvimento de Curitiba e a Fundação Itaipu. Foi superintendente do Instituto de Previdência do Estado do Paraná, além de diretor do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul, do Banco de Desenvolvimento do Paraná e do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social. Atuou como auditor-chefe e superintendente de compras da Itaipu Binacional. Preside a Sociedade Evangélica Beneficente de Curitiba

Foi deputada estadual (1999-2003/ 2003-2007, PSDB) e federal (2007-2011, PSDB).

É filha de José Camilo Zito, prefeito de Duque de Caxias (2009-2013, PSDB).

Foi secretário estadual de Comunicação (1999-2002/ 2003-2006/ 2007-2010). Suplente na legislatura 2007-2015, assumiu o mandato em 2010 na vaga de Tião Viana, eleito governador.

Formado em história. Foi assessor de comunicação da prefeitura de Rio Branco (1993-1996).

Foi deputado estadual (1987-1988, PDT), prefeito de Campos dos Goytacazes (1989-1992/ 1997-1998, PDT) e governador do Rio de Janeiro (1999-2002, PDT). Ocupou os cargos de secretário estadual de Agricultura, Abastecimento e Pesca (1993-1994), de Segurança

É radialista, casado com Rosinha Garotinho (ex-governadora do Rio e prefeita de Campos dos Goytacazes) e pai de Clarissa Garotinho (vereadora do Rio de Janeiro). Candidatou-se à presidência da República em 2002 pelo PSB. É evangélico.

É alvo de inquéritos que apuram crimes eleitorais:

Inquérito nº 2601/ 2007 (Veja)

Inquérito nº 2704/ 2008 (Veja)

É réu em ação penal referente à máfia dos caça-níqueis e movida pelo Ministério Público Federal por lavagem de dinheiro, formação de quadrilha, corrupção e crimes contra a administração pública. Chegou a ser condenado a dois anos meio de prisão. A pena foi convertida em prestação de serviços e suspensão de direitos. (Veja)

É alvo de ações de improbidade administrativa:

Processo nº 0026769-53.2005.8.19.0038 (Veja)

Processo nº 0000249-07.2011.8.19.0051 (Veja)

Processo nº 0050419-80.2004.8.19.0001 (Veja)

Processo nº 0011729-64.2009.8.19.0014 (Veja)

Processo nº 0040380-19.2007.8.19.0001 (Veja)

Processo nº 0040412-24.2007.8.19.0001 (Veja)

Processo nº 0039456-08.2007.8.19.0001 (Veja)

Processo nº 0064717-67.2010.8.19.0001 (Veja)

Processo nº 0183480-95.2008.8.19.0001 (Veja)

Em ação judicial eleitoral, foi condenado por abuso de poder econômico e uso indevido de veículo de comunicação social. A Justiça decretou inelegibilidade. (Veja)

Veja o perfil

Formada em economia. É mulher do pastor evangélico e deputado federal Silas Câmara (2011-2015, PSC-AM). Candidatou-se a deputada federal em 2002 pelo PST e em 2006 pelo PP. A família Câmara comanda na região Norte a igreja Assembleia de Deus, detém concessão de radiodifusão e é proprietária de escolas e universidade e da Fundação Boas Novas.

TRE-AC - Processo nº 497/ 2002 - Teve reprovada a prestação de contas referente às eleições de 2002.

É alvo de ações penais movidas pelo Ministério Público por crimes eleitorais (peculato/ captação ilícita de votos ou corrupção eleitoral):

Processo nº 585 (Veja)

Processo nº 587 (Veja)

Processo nº 177708/ 2010 (Veja)

É alvo de inquéritos que apuram crimes eleitorais e contra a administração em geral:

Inquérito nº 3083 (Veja)

Inquérito nº 245 (Veja)

Inquérito nº 3133 (Veja)

É alvo de ações de investigação judicial eleitoral por abuso de poder econômico:

Processo nº 142143/ 2010 (Veja)

Processo nº 178782/ 2010 (Veja)

Processo nº 142835/ 2010 (Veja)

É alvo de representações movidas pelo MPE por captação ilícita de sufrágio e/ ou captação ou gasto ilícito de recursos financeiros de campanha eleitoral:

Processo nº 180081/ 2010 (Veja)

Processo nº 194625/ 2010 (Veja)

Processo nº 142058/ 2010 (Veja)

Veja o perfil

Foi deputado federal (2007-2011, PMDB).

É bispo evangélico e apresentador de TV. Detém concessão de radiodifusão.

STF - Inquérito nº 2930/ 2010 - É alvo de inquérito que apura peculato.

T

T

TRF-3 Seção Judiciária de São Paulo - Processo nº 0044601-82.2002.4.03.6182 - É alvo de ação de execução fiscal movida pela Fazenda Nacional.

TRF-3 Seção Judiciária de São Paulo - Inquérito nº 0005062-78.2003.4.03.6181 - É alvo de inquérito que apura apropriação indébita e crimes contra o patrimônio.

Veja o perfil

Foi deputado federal (1983-1987, PDS; 1987-1991/ 1991-1995/ 1995-1999/ 1999-2003/ 2003-2007/ 2007-2011, PFL) e secretário municipal de Transportes do Rio de Janeiro (2002-2003/ 2004-2005/ 2005-2008).

Formado em economia. Foi oficial do Exército, secretário de Telecomunicações do Ministério das Comunicações (1973), assessor especial da presidência da Telebrás (1974), vice-presidente da Telerj e diretor do Departamento Nacional de Telecomunicações. É evangélico e detém concessão de radiodifusão.

TJ-RJ Comarca do Rio de Janeiro - Processo nº 0232653-20.2010.8.19.0001 - É alvo de ação de improbidade administrativa movida pelo Ministério Público Estadual.

É alvo de ação civil pública movida pelo Ministério Público Federal. (Veja)

Veja o perfil

É empresário, evangélico e primo de Jorge Moreira Theodoro (deputado estadual).

É alvo de ações de execução fiscal movidas pela Fazenda Nacional e pelo município de Duque de Caxias:

Processo nº 0000153-61.2005.4.02.5110 (Veja)

Processo nº 0005413-58.2002.8.19.0021 (Veja)

Veja o perfil

Foi vereadora do Rio de Janeiro (1983-1987, PT), deputada federal (1987-1991, PT) e senadora (1995-1998, PT). Também ocupou os cargos de vice-governadora (1999-2002) e governadora do Rio de Janeiro (2002), ministra do Desenvolvimento Social (2003-2004) e

Formada em serviço social. É evangélica. Candidatou-se à prefeitura da capital fluminense em 1992 e ao governo do Rio de Janeiro em 2002 pelo PT.

TRF-1 Seção Judiciária do Distrito Federal - Processo nº 0031294-51.2004.4.01.3400 - É alvo de ação civil pública movida pelo Ministério Público Federal.

É alvo de ações de improbidade administrativa:

Processo nº 0040421-83.2007.8.19.0001 (Veja)

Processo nº 0050419-80.2004.8.19.0001 (Veja)

Processo nº 0372416-70.2009.8.19.0001 (Veja)

Veja o perfil

Formada em direito. É filha do prefeito de Barueri (SP), Rubens Furlan (2009-2013, PMDB), e sobrinha de Celso Furlan, secretário municipal de Educação, e de Toninho Furlan, vereador da cidade. É evangélica. Foi diretora da Associação dos Amigos de Crianças com Deficiências Físicas e Mentais.

É alvo de representações movidas pelo Ministério Público Eleitoral por conduta vedada a agentes públicos:

Processo nº 15170.2010.626.0199 (Veja)

Processo nº 1949115.2010.626.0000 (Veja)

Veja o perfil

Exerceu mandatos de vereador de São Luís, MA (1997-2001, PV; 2001-2005/ 2005-2009, PAN), e de deputado federal (2007-2011, PAN).

Formado em direito. Foi gerente regional do Instituto Nacional de Seguro Social no Maranhão (2000). Preside o Moto Club (time de futebol). Candidatou-se a deputado federal em 2002 pelo PAN e a prefeito de São Luís em 2008 pelo PRB.

STF - Processo 497/ 2008 - É alvo de ação penal movida pelo Ministério Público Federal por crimes praticados contra a administração em geral (inserção de dados falsos em sistema de informações).

É alvo de ação de investigação judicial movida pelo Ministério Público Eleitoral por uso de poder político e conduta vedada a agentes públicos. (Veja)

Veja o perfil

Foi vereador de São Luís (1977-1983, Arena; 1983-1987, PDS) e deputado federal (1987-1991/ 1991-1995, PFL; 1995-1999, PP; 1999-2003/ 2003-2007, PFL; 2007-2011, PSC). Ocupou o cargo de secretário de Desenvolvimento Social do Maranhão (2009). Suplente na l

Formado em direito. Foi inspetor e fiscal da Delegacia Regional do Trabalho (1977/1986).

TRF-1 Seção Judiciária do Distrito Federal - Processo nº 0031294-51.2004.4.01.3400 - É alvo de ação civil pública movida pelo Ministério Público Federal.

É alvo de ações de execução fiscal movidas pelo município de São Luís:

Processo nº 7092-32.2007.8.10.0001 (Veja)

Processo nº 1793-35.2011.8.10.0001 (Veja)

Veja o perfil

Exerceu mandato de deputado federal (2007-2011, PDT).

É filho de Davi Alves Silva, ex-prefeito de Imperatriz (MA) e ex-deputado.

Exerceu mandatos de vereador do Rio de Janeiro, RJ (2005-2008, PL), e deputado federal (2007-2011, PL).

Formado em direito.

Formado em direito. É evangélico. Candidatou-se a vereador de Belo Horizonte (MG) em 2008 pelo PSL.

Foi prefeito de Santa Fé do Sul, SP (1977-1982, Arena), e de São José do Rio Preto, SP (2001-2004/ 2005-2008, PPS). Exerceu mandatos de deputado estadual (1983-1987/ 1987-1991/ 1991-1995, PMDB) e federal (1995-1999/ 1999-2003, PMDB). Presidiu a Companhia

Formado em direito. Foi procurador do Instituto Nacional de Previdência Social (1973-1976) e do Fundo de Assistência ao Trabalhador Rural (1973-1976), além de vice-presidente da Associação dos Municípios do Oeste Paulista (1977-1981).

STF - Inquérito nº 3137 - É alvo de inquérito que apura crimes previstos na lei de licitações.

TJ-SP Comarca de São José do Rio Preto - Processo nº 576.01.2009.043791-5 - É alvo de ação de execução fiscal movida pela Fazenda estadual.

É alvo de ações de improbidade administrativa movidas pelo Ministério Público Estadual:

Processo nº 9035424-43.2006.8.26.0000 (Veja)

TJ-SP Comarca de São José do Rio Preto - Processo nº 576.01.2010.062759-8

O TCE-SP julgou irregulares processos licitatórios e contratos firmados pela prefeitura de São José do Rio Preto:

Processo nº 2832/ 008/ 04 (Veja)

Processo nº 313/ 008/ 02 (Veja)

Processo nº 2432/ 008/ 07 (Veja)

Veja o perfil

Exerceu mandato de vereador de Maringá, PR (2001-2005, PPS).

Formado em economia. É empresário. Preside o programa de apoio às igrejas e entidades sem fins lucrativos, a fundação Isis Bruder e o instituto Pai. Presidiu o Serviço Social da Habitação. Candidatou-se a deputado estadual em 2002 e a prefeito de Maringá em 2004 pelo PPS.

Exerceu mandatos de deputado estadual (1999-2003, PPB) e federal (2003-2007, PPB; 2007-2011, PMDB).

Formado em economia. Presidiu a Telerj (1991-1993) e a Companhia de Habitação do Rio de Janeiro (1999-2000). Ocupou o cargo de subsecretário estadual de Habitação (1999). É evangélico e apresentador de programa de rádio.

STF - Inquérito nº 2984/ 2010 - É alvo de inquérito que apura uso de documento falso.

É alvo de inquérito que apura crimes contra a ordem tributária. (Veja)

É alvo de ação civil pública movida pelo Ministério Público Federal. (Veja)

É alvo de ação de improbidade administrativa movida pelo Ministério Público Estadual. (Veja)

Alvo de representação movida pelo Ministério Público Eleitoral por captação ilícita de sufrágio. (Veja)

Alvo de ação de investigação judicial eleitoral movida pelo MPE por abuso de poder econômico. (Veja)

Alvo de recurso contra expedição de diploma apresentado pelo MPE por captação ilícita de sufrágio. (Veja)

Veja o perfil

Na condição de suplente, exerceu mandato de deputado federal na legislatura 2007-2011 pelo PSB. Suplente ao Senado na legislatura 2011-2019, assumiu o mandato em 2012 na vaga de Marcelo Crivella, nomeado ministro da Pesca e Aquicultura.

É evangélico. Detém concessão de radiodifusão. Em 2004, fez doação para a campanha de Crivella à prefeitura do Rio de Janeiro (RJ).

Exerceu mandatos de vereador de Salvador, BA (2005-2009/ 2009-2013, PSC).

É evangélico e irmão de Eliel Santana (ex-deputado e suplente do senador João Durval). Candidatou-se a deputado federal pelo PSC em 2006.

O TCM-BA impôs ressarcimentos ao parlamentar nos seguintes processos referentes ao período em que ele ocupou vaga na Câmara de Vereadores:

TCM-BA - Processo nº 30523-05

TCM-BA - Processo nº 15940.84

Veja o perfil

Exerceu mandato de deputado estadual (2007-2011, PHS).

Formado em medicina veterinária. É músico, integrante da Renovação Carismática Católica e apresentador de TV. Fundou o projeto Mundo Novo, entidade cujos objetivos seriam a evangelização e ações sociais. Candidatou-se à vice-prefeitura de Belo Horizonte (MG) em 2008 pelo PHS.

Exerceu mandatos de deputada federal (1991-1995/ 1995-1999, PFL; 1999-2003, PSDB; 2007-2011, PMDB).

Formada em sociologia. Foi superintendente da Legião Brasileira de Assistência (1986-1989) e servidora das secretarias de Trabalho e Cidadania (1983-1985) e de Turismo (2004-2006) do Amapá. Presidiu o Instituto Teotônio Vilela no Amapá (2003-2004). Candidatou-se ao governo do Amapá em 2002 pelo PSDB e à prefeitura de Macapá (AP) em 2008 pelo PMDB.

Ocupou os cargos de subsecretário de Inteligência da Secretaria de Segurança Pública do Espírito Santo (2003) e de secretário Antidrogas de Curitiba, PR (2008-2010).

Formado em direito, é delegado da Polícia Federal. Atuou na Polícia Militar.

Exerceu mandatos de vereador de Feira de Santana, BA (2001-2005, PT do B), e de deputado estadual (2007-2011, PRTB).

É empresário.

TJ-BA Comarca de Salvador - Processo nº 0109346-92.2005.805.0001 - É réu em ação penal movida pelo Ministério Público Estadual.

Inquérito nº 0021230-04.2004.805.0080 (Veja)

É alvo de representações movidas pelo Ministério Público Eleitoral e referentes à doação de recursos acima do limite legal:

Processo nº 106855.2011.605.0000 (Veja)

Processo nº 114394.2011.605.0000 (Veja)

É alvo de ações de execução fiscal movidas pelo município de Feira de Santana e pela Fazenda Nacional -- por exemplo:

Processo nº 0035428-07.2008.805.0080 (Veja)

Processo nº 0035429-89.2008.805.0080 (Veja)

Processo nº 0025941-81.2006.805.0080 (Veja)

Processo nº 0011371-92.1997.4.01.3300 (Veja)

Processo nº 0014381-83.2007.4.01.3304 (Veja)

Veja o perfil

Foi subsecretário de Trabalho da prefeitura de São Gonçalo (RJ) e secretário parlamentar no Senado. Atuou como radialista e apresentador de TV. Candidatou-se a vereador do Rio de Janeiro (RJ) em 2008 pelo PSDC.

Exerceu mandatos de deputado estadual (1999-2003, PST; 2003-2007, PL) e federal (2007-2011, PP).

Formado em ciências sociais. É pastor evangélico, além de radialista e apresentador de televisão. Em 2005, foi expulso do PFL após ter sido flagrado no aeroporto de Belo Horizonte (MG) transportando dinheiro proveniente de doações de fiéis da igreja Universal do Reino de Deus.

Exerceu mandatos de vereador de Cruzeiro do Sul, AC (1997-2001, PC do B), e de deputado federal (2003-2007/ 2007-2011, PT).

Formado em pedagogia. Presidiu o Sindicato dos Trabalhadores em Educação (1991-1995) e o movimento dos sem teto (1998-2000) em Cruzeiro do Sul. Candidatou-se a prefeito de Cruzeiro do Sul em 2004 pelo PT.

Suplente na legislatura de 1999-2007, assumiu o mandato de senadora pelo PMDB em 2003, 2005 e 2006, na vaga de Maguito Vilela. Deputada federal (2007-2011, PMDB-GO).

Formada em artes plásticas. É mulher de Íris Rezende, ex-prefeito de Goiânia e ex-governador de Goiás. É evangélica.

Exerceu mandatos de vereador de Sorocaba, SP (1997-2001/ 2001-2005, PDT), e de deputado federal (2003-2007, PSB; 2007-2011, PTB). Foi secretário estadual de Ação Política.

Formado em direito. É radialista e pastor evangélico.

TRF-1 Seção Judiciária do Distrito Federal - Processo nº 0031294-51.2004.4.01.3400 - É alvo de ação civil pública movida pelo Ministério Público Federal.

É alvo de ações de improbidade administrativa movidas pelo MPF por envolvimento com a máfia das ambulâncias:

T

T

Veja o perfil

É filho de Mecias de Jesus (deputado estadual).

Chefe de Gabinete da Secretaria de Segurança Pública de Goiás (1990-1991). Deputado federal por duas legislaturas (2003-2007/2007-2011, PSDB-GO).

Delegado de Polícia de Classe Especial. Formado em direito. Foi escrivão de Polícia na Diretoria Geral da Polícia Civil de Goiás (1983-1987) e delegado titular no 4º Distrito Policial de Aparecida de Goiânia (1991-1992). É pastor da igreja evangélica Assembleia de Deus.

Exerceu mandatos de deputado federal (1995-1999, PP; 1999-2003/ 2003-2007/ 2007-2011, PMDB).

É agropecuarista e detém concessão de radiodifusão.

STF - Inquérito nº 2427/ 2006 - É alvo de inquérito que apura crimes previstos na lei de licitações.

É alvo de inquérito que apura crimes contra o sistema financeiro nacional. (Veja)

É alvo de inquérito que apura corrupção passiva. (Veja)

É alvo de ações de improbidade administrativa movida pelo Ministério Público Federal e pela União:

Processo nº 7118-25.2007.4.01.3813 (Veja)

Processo nº 7228-24.2007.4.01.3813 (Veja)

Processo nº 7229-09.2007.4.01.3813 (Veja)

Processo nº 473-47.2008.4.01.3813 (Veja)

Processo nº 474-32.2008.4.01.3813 (Veja)

Processo nº 475-17.2008.4.01.3813 (Veja)

Processo nº 597-30.2008.4.01.3813 (Veja)

Processo nº 599-97.2008.4.01.3813 (Veja)

Processo nº 656-18.2008.4.01.3813 (Veja)

Processo nº 761-92.2008.4.01.3813 (Veja)

Processo nº 762-77.2008.4.01.3813 (Veja)

Processo nº 1145-55.2008.4.01.3813 (Veja)

Processo nº 1146-40.2008.4.01.3813 (Veja)

Processo nº 1415-79.2008.4.01.3813 (Veja)

Processo nº 1453-91.2008.4.01.3813 (Veja)

Processo nº 1636-62.2008.4.01.3813 (Veja)

Processo nº 1655-68.2008.4.01.3813 (Veja)

Processo nº 1993-42.2008.4.01.3813 (Veja)

Processo nº 2237-68.2008.4.01.3813 (Veja)

Processo nº 2594-48.2008.4.01.3813 (Veja)

Processo nº 2675-94.2008.4.01.3813 (Veja)

Processo nº 2848-21.2008.4.01.3813 (Veja)

Processo nº 2933-07.2008.4.01.3813 (Veja)

Processo nº 2955-65.2008.4.01.3813 (Veja)

Processo nº 1516-82.2009.4.01.3813 (Veja)

Processo nº 2651-32.2009.4.01.3813 (Veja)

Processo nº 3793-71.2009.4.01.3813 (Veja)

Processo nº 4185-11.2009.4.01.3813 (Veja)

Processo nº 4485-70.2009.4.01.3813 (Veja)

Processo nº 12073-31.2009.4.01.3813 (Veja)

Processo nº 4949-26.2011.4.01.3813 (Veja)

Processo nº 3627-68.2011.4.01.3813 (Veja)

Processo nº 1117-87.2008.4.01.3813 (Veja)

Processo nº 1742-24.2008.4.01.3813 (Veja)

Processo nº 2161-10.2009.4.01.3813 (Veja)

Processo nº 476-02.2008.4.01.3813 (Veja)

Processo nº 2742-25.2009.4.01.3813 (Veja)

Processo nº 1167-16.2008.4.01.3813 (Veja)

Processo nº 569-59.2008.4.01.3814 (Veja)

É alvo de ações de execução movidas pela União -- por exemplo:

Processo nº 5974-07.1997.4.01.3800 (Veja)

Processo nº 5770-69.2007.4.01.3813 (Veja)

Processo nº 3008-75.2010.4.01.3813 (Veja)

Veja o perfil

Exerceu mandatos de deputado estadual (1987-1991, PMDB) e federal (1991-1995/ 1995-1999, PMDB; 1999-2003, PPB; 2007-2011, PFL). Foi vereador de São Paulo, SP (2005-2009, PMDB), e secretário estadual de Abastecimento (1988). Ocupou também os cargos de sec

Formado em engenharia civil. É empresário. Foi superintendente do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (1985) em Guarulhos. Candidatou-se a prefeito de Guarulhos em 2008 pelo DEM.

Deputado federal por cinco legislaturas (1991-1995, PSDB-CE; 1995-1999, PP-CE; 1999-2003/2003-2007, PPB-CE; 2007-2011, PP-CE).

Padre. Formação em filosofia, teologia, letras neolatinas, psicologia e psicoterapia. Foi Presidente da Confederação das Misericórdias do Brasil (1993/1996).

STF - Inquérito nº 2720/ 2008 - É alvo de investigação penal.

É alvo de ação civil pública movida pelo Ministério Público Federal. (Veja)

Veja o perfil

Exerceu mandatos de deputado federal (1999-2003/ 2003-2007, PTB).

É evangélico. Presidiu a Ordem dos Ministros Evangélicos do Brasil (1987-1988).

TRF-1 Seção Judiciária do Pará - Processo nº 3733-02.2007.4.01.3900 - É alvo de ação de improbidade administrativa movida pelo Ministério Público Federal.

Acusado de envolvimento com a máfia das ambulâncias, é alvo de medidas investigatórias conduzidas pelo MPF por crimes previstos na lei de licitações. (Veja)

Veja o perfil

Formado em contabilidade e em administração de empresas. Empresário, é presidente da Federação Nacional das Empresas de Serviços e Limpeza Ambiental (Febrac). Concorreu a deputado federal em 2006 pelo PSDB.

É cantora, empresária, evangélica e ex-mulher de Reginaldo Almeida (ex-deputado).

Exerceu mandatos de vereador de Belo Horizonte, MG (2001-2005, PMDB), e de deputado estadual (2003-2007, PSB) e federal (2007-2011, PMDB).

Formado em administração de empresas e economia. É filho de Sebastião Quintão (ex-prefeito de Ipatinga, MG). Candidatou-se a prefeito da capital mineira em 2008 pelo PMDB.

STF - Inquérito nº 2792 - É alvo de inquérito que apura crimes eleitorais.

É alvo de ação de improbidade administrativa movida pelo Ministério Público Estadual. (Veja)

Veja o perfil

Exerceu mandatos de vereadora do Rio de Janeiro, RJ (2001-2005/ 2005-2009, PL; 2009-2013, PR).

É radialista e apresentadora de TV. Candidatou-se a senadora em 2002 e a deputada federal em 2006 pelo PL.

Ocupou o cargo de secretário-adjunto dos Esportes de Belo Horizonte (1997-1998). Exerceu mandatos de deputado federal (1999-2003, PST; 2003-2007, PSL; 2007-2011, PL).

Formado em teologia. Atuou como apresentador de programas de rádio e TV. É pastor evangélico.

STF - Inquérito nº 3037 - É alvo de inquérito que apura crimes previstos na lei de licitações.

É alvo de ação de improbidade administrativa movida pelo Ministério Público Federal e pela União. (Veja)

Veja o perfil

Vereador de São Luís por duas legislaturas (1997-1999, PSDB-MA; 2009-2010, PT do B-MA). Deputado estadual (PMN-MA, 1999-2003).

Delegado da polícia civil. Irmão de Lindoval Mendes, ex-vereador de São Luís. Foi candidato a deputado estadual pelo PT do B em 2002 e 2006.

É alvo de ações de execução fiscal movidas pela Fazenda Nacional:

Processo nº 0008371-72.2002.4.01.3700 (Veja)

Processo nº 0036494-02.2010.4.01.3700 (Veja)

Veja o perfil

Deputado estadual por duas legislaturas (1995-1999/1999-2003, PT-PB). Deputado federal por duas legislaturas (2003-2007/2007-2011, PT-PB).

Professor universitário e sacerdote católico. Formado em filosofia e teologia. Foi professor, subchefe, coordenador e chefe do departamento de filosofia da UFPB, coordenou o curso de filosofia e dirigiu o Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes da universidade.

Exerceu mandatos de vereador de Cachoeiro de Itapemirim, ES (1993-1994, PTB), de deputado estadual (1995-1999, PTB) e federal (1999-2003, PTB) e de senador (2003-2011, PL).

É pastor evangélico. Sua mulher, Kátia Santos Gomes Malta, detém concessão de radiodifusão.

TRF-1 Seção Judiciária do Distrito Federal - Processo nº 0031294-51.2004.4.01.3400 - É alvo de ação civil pública movida pelo Ministério Público Federal.

É alvo de representação movida pelo Ministério Público Eleitoral. (Veja)

Veja o perfil

Exerceu mandato de deputado federal (2007-2011, PFL). Suplente na legislatura 2011-2015, assumiu o mandato em julho de 2012 na vaga de Romero Rodrigues (PSDB), licenciado para dedicar-se à sua candidatura à prefeitura de Campina Grande, PB.

É oficial da polícia militar. Candidatou-se a vereador de João Pessoa, PB, em 2000 pelo PL.

Exerceu mandatos de deputado federal (2003-2007/ 2007-2011, PDT).

Formado em medicina. Ocupou o cargo de secretário de Serviços de Serra, ES (2001-2002).

Exerceu mandato de vereador de São Paulo, SP (2009-2013, PSC).

É músico e evangélico.

Deputado estadual (2003-2007, PL-BA). Suplente na legislatura 2007-2011, assumiu o mandato de deputado federal pelo PR em 2008, na vaga de Luis Carreira.

É radialista e bispo da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD). Em 2008, disputou a vice-prefeitura de Salvador na chapa encabeçada por ACM Neto.

Exerceu mandatos de vereador de Itu, SP (1983-1989, MDB; 1989-1993/ 1993-1997, PMDB), e de São Paulo, SP (1997-2001, PPB; 2001-2005, PMDB; 2009-2013, PP).

Formado em direito. É evangélico. Candidatou-se a deputado estadual pelo PMDB em 2006.

TJ-SP Comarca de São Paulo - Processo nº 0424086-16.1997.8.26.0053 - É alvo de ação civil pública movida pelo Ministério Público Estadual.

TJ-SP Comarca de Itu - Processo nº 286.01.2009.514728-4 - É alvo de ação de execução fiscal movida pelo município de Itu.

Veja o perfil

Deputado federal por duas legislaturas (1999-2003/2003-2007, PTB-RO).

Formado em direito, é empresário.

STF - Processo nº 644 - Acusado de envolvimento com a máfia das ambulâncias, é réu em ação penal movida pelo Ministério Público Federal por corrupção passiva, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha.

É alvo de ação civil pública movida pelo MPF. (Veja)

É alvo de ação de improbidade administrativa movida pelo MPF por envolvimento com a máfia das ambulâncias. (Veja)

Veja o perfil

Exerceu mandatos de deputado estadual (1995-1999, PL; 1999-2003, PFL) e federal (2003-2007/ 2007-2011, PFL).

Formado em medicina veterinária. É empresário e evangélico. Presidiu o sindicato dos médicos veterinários do Rio Grande do Sul (1984-1990). Candidatou-se a prefeito de Porto Alegre (RS) em 2004 e em 2008 pelo PFL/ DEM.

Exerceu mandatos de vereador de Limeira, SP (2001-2005, PPB; 2005-2009, PL), e de deputado estadual (2007-2011, PL).

Formado em gestão pública.

É alvo de ações civis públicas movidas pelo Ministério Público Estadual:

TJ-SP Comarca de Limeira - Processo nº 320.01.2005.019574-7 - A Justiça determinou a perda da função pública e multa, além da perda dos valores acrescidos ilicitamente ao patrimônio de funcionária contratada irregularmente pela Câmara de Vereadores de Limeira.

TJ-SP Comarca de Limeira - Processo nº 320.01.2005.005046-0 - Processo referente à contratação de parentes na Câmara de Vereadores de Limeira.

Veja o perfil

Prefeito de Luis Eduardo Magalhães por dois mandatos (2001-2005/2005-2009, PP-BA).

Técnico agrícola, é proprietário rural. Marido de Jusmari Oliveira, ex-deputada federal e estadual.

Foi deputado estadual (2003-2007/ 2007-2011, PT).

Formado em filosofia e teologia, é sacerdote católico.

Foi prefeito de Alto Alegre dos Parecis, RO (2005-2008/ 2009-2010, PT).

Formado em filosofia e teologia. É padre.

STF - Inquérito nº 3230 - É alvo de inquérito que apura crimes previstos na lei de licitações.

É alvo de ações civis públicas -- duas por improbidade administrativa -- movidas pelo Ministério Público Estadual:

Processo nº 0027131-32.2008.822.0017 (Veja)

Processo nº 0001834-52.2010.822.0017 (Veja)

Processo nº 0002228-59.2010.822.0017 (Veja)

Veja o perfil

É pastor evangélico.

É empresário. Formado em teologia. É pastor evangélico.

É pastor evangélico e irmão de Marta Costa (vereadora de São Paulo, SP). Candidatou-se a deputado federal em 2006 pelo PFL. Preside o instituto Paulo Freire de Ação Social.

Formado em ciências da religião. É pastor evangélico.

Formado em direito. É pastor evangélico. Preside o conselho político nacional da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (sociedade civil de natureza religiosa, sem fins lucrativos).

Exerceu mandatos de vereador de Carazinho, RS (1993-1997/ 1997-2001/ 2001-2005/ 2005-2009, PTB). Ocupou os cargos de secretário de Habitação e Assistência Social (1997-1999) e de Obras e Serviços Urbanos (2002-2003) de Carazinho. Suplente na legislatura

Foi diretor do Departamento de Transportes do Rio Grande do Sul (2007-2008). Presidiu a Fundação Gaúcha do Trabalho e Ação Social no governo estadual (2008-2010). É pastor evangélico. Candidatou-se a deputado estadual em 1998 e a federal em 2006 pelo PTB.

O TCE-RS detectou irregularidades nas gestões da Câmara de Vereadores de Carazinho e da Fundação Gaúcha do Trabalho e Ação Social:

Processo nº 008255-02.00/ 08-2 (Veja)

Processo nº 001084-02.00/ 01-0 (Veja)

Processo nº 010264-02.00/ 00-4 (Veja)

Veja o perfil

Vereadora de Maceió (2009-2010, PT do B-AL).

Presidente da Associação dos Deficientes Físicos de Alagoas (Adefal).

Vereador de João Pessoa por duas legislaturas (1993-1997/1997-1999, PMDB-PB). Deputado estadual por duas legislaturas (1999-2003, PMDB-PB; 2003-2007, PSDB-PB). Secretário municipal da Casa Civil de João Pessoa (2004). Secretário estadual de Juventude, Es

Formado em administração de empresas. Foi candidato a prefeito de João Pessoa pelo PSDB em 2004.

Exerceu mandatos de vereador de Manaus, AM (2005-2009, PP), e de deputado federal (2007-2011, PFL).

Atuou como policial. É empresário, apresentador de TV, casado com Vera Lúcia Castelo Branco (deputada estadual) e pai de Reizo Castelo Branco (vereador de Manaus). Candidatou-se a deputado estadual em 2002 pelo PSC.

STF - Processo nº 538 - É réu em ação penal movida pelo Ministério Público Federal por peculato.

É alvo de inquérito que apura crimes contra a ordem tributária. (Veja)

É alvo de recurso contra expedição de diploma apresentado pelo Ministério Público Eleitoral por abuso de poder econômico e uso indevido de meio de comunicação social. (Veja)

É alvo de representação movida pelo MPE por captação ou gasto ilícito de recursos financeiros de campanha eleitoral. (Veja)

Teve reprovada prestação de contas referente às eleições de 2002. (Veja)

Teve reprovada prestação de contas referente às eleições de 2010. (Veja)

É alvo de representação movida pelo MPE. (Veja)

É alvo de ação de execução fiscal movida pela Fazenda Nacional. (Veja)

É alvo de ação civil pública movida pelo Ministério Público Estadual. (Veja)

Veja o perfil

Exerceu mandatos de vereador de Salvador, BA (2005-2009, PDT), e de deputado federal (1987-1991, PFL; 1991-1995, PDC; 2007-2011, PDT). Ocupou os cargos de secretário de Planejamento, Tecnologia e Gestão (2009-2010) e de Governo (2005-2006) da prefeitura

Formado em direito. É proprietário rural, filho de Henrique Brito Filho (ex-deputado e detentor de concessão de radiodifusão) e cunhado de João Henrique Carneiro (prefeito de Salvador). Foi assessor da Casa Civil do governo da Bahia (1983) e da presidência da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (1983). Candidatou-se a deputado estadual em 2002 pelo PSD.

Exerceu mandatos de deputado federal (1999-2003, PL; 2003-2007/ 2007-2011, PTB).

É empresário e pastor evangélico. Sua família detém concessão de radiodifusão. É casado com Antônia Lúcia Câmara (deputada federal).

STF - Inquérito nº 2005/ 2003 - É alvo de inquérito que apura peculato e improbidade administrativa.

É alvo de inquéritos que apuram crimes eleitorais. (Veja)

É alvo de inquéritos que apuram crimes eleitorais. (Veja)

É alvo de ação de improbidade administrativa movida pelo Ministério Público Federal. (Veja)

É alvo de representação e ações de investigação judicial movidas pelo Ministério Público Eleitoral por captação ilícita de sufrágio e abuso de poder econômico:

Processo nº 180081.2010.601.0000 (Veja)

Processo nº 142835.2010.601.0000 (Veja)

Processo nº 178782.2010.601.0000 (Veja)

O PTB teve reprovada a prestação de contas referente ao exercício financeiro de 2004, quando o parlamentar era ordenador de despesas do partido em nível estadual. (Veja)

Veja o perfil

Exerceu mandatos de deputada estadual (2003-2007, PDT) e federal (2007-2011, PDT).

Funcionária pública estadual, é mulher de Sérgio Vidigal (prefeito da Serra, ES).

Foi vereador de Curitiba, PR (1989-1993, PMDB). Exerceu mandatos de deputado estadual (1995-1999/ 1999-2003, PFL) e federal (2003-2007, PTB; 2007-2011, PMDB).

É empresário e ministro evangélico.

TRF-1 Seção Judiciária do Distrito Federal - Processo nº 0031294-51.2004.4.01.3400 - É alvo de ação civil pública movida pelo Ministério Público Federal.

É alvo de inquérito que apura crimes contra a ordem tributária, estelionato e peculato. (Veja)

Veja o perfil

Exerceu mandatos de deputado estadual (1995-1999/ 1999-2003/ 2003-2007/ 2007-2011, PSDB).

Formado em direito. Agente fiscal de rendas, presidiu o Sindicato dos Agentes Fiscais de Rendas do Estado de São Paulo (1992-1997).

Vereador de Jaboatão dos Guararapes por duas legislaturas (2005-2009, PL-PE; 2009-2010, PRB-PE). Suplente na legislatura 2011-2015, assumiu o mandato em fevereiro de 2011 na vaga de Mauricio Rands, nomeado secretário de Governo de Pernambuco.

Radialista. É pastor da Igreja Universal do Reino de Deus.

Secretário distrital de Meio Ambiente e Recursos Hídricos no governo de Joaquim Roriz (1999-2003).

Radialista e jornalista. Foi presidente da Agência Pública de Emprego do Estado do Rio de Janeiro (SINE) (1995). Presidente da Associação Brasileira de Radiodifusão, Tecnologia e Telecomunicações (ABRATEL) (2005-2008). É bispo da Igreja Universal do Reino de Deus. Dirigiu a filial da TV Record em Brasília. Candidatou-se a deputado distrital em 2002 pelo PSDB.

Exerceu mandatos de vereador de Nova Iguaçu, RJ (1989-1993/ 1993-1997, PDT), e de deputado estadual (1995-1999, PDT; 1999-2003/ 2003-2007, PMDB; 2007-2011, PAN). Ocupou os cargos de secretário de Saúde (2007-2008) e de Fazenda (2008) de Nova Iguaçu.

Presidiu a Companhia Estadual de Terminais Rodoviários (2005).

STF - Processo nº 627 - É alvo de ação penal movida pelo Ministério Público Federal por corrupção passiva.

Teve reprovada prestação de contas referente às eleições de 2002. (Veja)

É alvo de ações de execução fiscal movidas pelo município de Nova Iguaçu e pela Fazenda Nacional -- por exemplo:

Processo nº 0000562-61.2010.4.02.5110 (Veja)

Processo nº 0112599-45.2009.8.19.0038 (Veja)

Processo nº 0083231-88.2009.8.19.0038 (Veja)

Veja o perfil

Exerceu mandatos de vereador de Salvador, BA (1993-1997, PT), e de deputado federal (1995-1999/ 1999-2003/ 2003-2007/ 2007-2011, PT). Ocupou o cargo de secretário de Planejamento da Bahia (2009-2010).

Fundou a Central Única dos Trabalhadores. Presidiu o Sindicato dos Telefônicos da Bahia. Candidatou-se a deputado estadual em 1986 e a prefeito de Salvador em 2008 pelo PT.

Exerceu mandatos de vereador de Belo Horizonte, MG (1997-2001, PTN; 2001-2005/ 2005-2009, PMN), e de deputado estadual (2007-2011, PMN).

Fundou e presidiu a União dos Paraplégicos de Belo Horizonte. Candidatou-se a deputado estadual em 2002 pelo PMN.

Foi vereador (1993-1997) e prefeito (2005-2008) de Duque de Caxias (RJ), além de deputado estadual (1995-1999, PSC; 1999-2003, PSDB; 2003-2007, PMDB). Ocupou o cargo de subsecretário estadual de Obras Metropolitanas (2009-2010).

É empresário. Em 1996, foi eleito vice-prefeito de Duque de Caxias, mas ficou no cargo por apenas 36 dias por incompatibilidade com o então prefeito José Camilo Zito. Candidatou-se a prefeito de Duque de Caxias em 2008 pelo PMDB.

STF - Processo nº 618 - É alvo de ação penal movida pelo Ministério Público Federal por crimes contra o meio ambiente e o patrimônio genético e formação de quadrilha.

É alvo de inquérito que apura crimes eleitorais. (Veja)

É alvo de ações civis públicas, inclusive de improbidade administrativa, movidas pelo Ministério Público:

Processo nº 0007523-23.2007.4.02.5110 (Veja)

Processo nº 0008324-65.2009.4.02.5110 (Veja)

Processo nº 0003813-92.2007.4.02.5110 (Foi condenado por improbidade administrativa, pois não houve divulgação de recursos recebidos pela prefeitura de Duque de Caxias. A Justiça determinou a suspensão dos direitos políticos, a proibição de contratar com o poder público ou receber benefícios/ incentivos fiscais ou creditícios e o pagamento de multa). (Veja)

É alvo de ações de execução fiscal movidas pela Fazenda Nacional e pelo município de Duque de Caxias -- por exemplo:

Processo nº 0004113-83.2009.4.02.5110 (Veja)

Processo nº 0004857-78.2009.4.02.5110 (Veja)

Processo nº 0223580-32.2008.8.19.0021 (Veja)

Processo nº 0223582-02.2008.8.19.0021 (Veja)

É alvo de ação de investigação judicial movida pelo Ministério Público Eleitoral por abuso de poder econômico. (Veja)

É alvo de representação movida pelo MPE por captação ou gasto ilícito de recursos financeiros de campanha eleitoral. (Veja)

É alvo de representação movida pelo MPE por conduta vedada a agente público. (Veja)

O TCE-RJ detectou irregularidades e emitiu pareceres contrários à aprovação das contas referentes à administração financeira da prefeitura de Duque de Caxias:

Processo nº 203.163-8/ 10 (Veja)

Processo nº 206.291.7/ 09 (Veja)

Veja o perfil

Senador (1998-2002, PMDB-PB). Deputado federal por duas legislaturas (2003-2007, PTB-PB; 2007-2011, PL-PB).

Empresário. É pai de Caio Roberto, deputado estadual (2011-2015, PR-PB).

Foi vereador. Exerceu mandatos de prefeito de Bacabal, MA (1997-2000/ 2001-2004, PP), e de deputado federal (2007-2011, PSDB). Ocupou o cargo de secretário extraordinário de coordenação dos municípios da região do Médio Mearim.

É proprietário rural e pai de Fátima Vieira (ex-deputada estadual). Detém concessão de radiodifusão. Candidatou-se a prefeito de Bacabal pelo PP em 2008.

É alvo de inquéritos que apuram crimes de responsabilidade, peculato e sonegação de contribuição previdenciária:

Inquérito 3051 (Veja)

Inquérito 3078 (Veja)

Inquérito 2945 (Veja)

Inquérito 2943 (Veja)

Inquérito 3047 (Veja)

É alvo de ações civis públicas, inclusive de improbidade administrativa, movidas pelo Ministério Público e pelo município de Bacabal:

Processo nº 0005980-37.2008.4.01.3700 (Veja)

Processo nº 378-16.2009.8.10.0024 (Veja)

Processo nº 1771-15.2005.8.10.0024 (Veja)

Processo nº 279-56.2003.8.10.0024 (Veja)

É alvo de ações de execução movidas pela Fazenda Nacional -- por exemplo:

Processo nº 0000629-69.2011.4.01.3703 (Veja)

Processo nº 693-79.2011.4.01.3703 (Veja)

Processo nº 0000908-55.2011.4.01.3703 (Veja)

Processo nº 6007-40.2009.8.10.0001 (Veja)

Foi responsabilizado por irregularidades em convênios e aplicação de recursos e teve contas reprovadas:

Acórdão nº 5659/ 2010 (Veja)

Acórdão nº 3577/ 2009 (Veja)

Acórdão nº 3282/ 2010 (Veja)

Acórdão nº 2679/ 2010 (Veja)

Acórdão nº 749/ 2010 (Veja)

Cadastro de responsáveis com contas julgadas irregulares). (Veja)

Processo nº 2600/ 1999 (Veja)

Processo nº 3276/ 2005 (Veja)

Veja o perfil

Deputado estadual por duas legislaturas (1997-1998/1999-2003, PDT-PA). Deputado federal por duas legislaturas (2003-2007, PDT-PA; 2007-2011, PSC-PA).

Formado em pedagogia. Técnico em contabilidade. Foi bancário no Banco da Amazônia (BASA) em Conceição do Araguaia (1980-1996). É evangélico.