Receba nossas atualizações e outras notícias pelo Facebook!

Associação a casos de corrupção

Exerceu mandatos de deputado federal (1983-1987, PDS; 2007-2011, PP) e de prefeito da capital paulista (1969-1971, Arena; 1993-1996, PPB). Governou o estado de São Paulo (1979- 1982, Arena). Ocupou o cargo de secretário estadual de Transportes (1971-1975

Formado em engenharia civil. É empresário. Presidiu a Caixa Econômica Federal (1967), o Instituto de Economia Gastão Vidigal, a Associação Comercial de São Paulo (1976-1978) e a Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo. Foi vice-presidente da Confederação das Associações Comerciais do Brasil. Candidatou-se a presidente da República em 1985 e em 1989 pelo PDS. Disputou o governo paulista em 1986 e 1990 pelo PDS e em 1998 e 2002 pelo PPB. Também concorreu a prefeito da capital paulista em 1988 pelo PDS, em 2000 pelo PPB e em 2004 e 2008 pelo PP. Chegou a ser preso em 2005 sob acusação de intimidar uma testemunha -- episódio envolvia crimes de lavagem de dinheiro, formação de quadrilha, corrupção e crime contra o sistema financeiro.

Veja o perfil

Exerceu mandatos de deputado estadual (1979-1983, MDB) e federal (1983-1987/ 1987-1993, PMDB) e de senador (1995-2003/ 2003-2011, PMDB). Foi ministro da Justiça (1998-1999) e secretário de Educação de Alagoas (1987).

Formado em direito. É irmão dos ex-deputados federais Olavo Calheiros e Renildo Calheiros e pai do deputado federal Renan Calheiros Filho. Sua família detém concessão de radiodifusão. Foi vice-presidente da Petrobras Química S.A. (1993-1994). Renunciou à presidência do Senado após escândalos. Candidatou-se ao governo de Alagoas em 1990 pelo PRN.

Veja o perfil

Foi deputado federal (1958-1962/ 1965-1966, UDN-MA), governador do Maranhão (1966-1971, Arena) e senador (1971-1980/ 1981-1985, Arena-MA; 1991-1999/ 1999-2007, PMDB-AP). Após a morte de Tancredo Neves, assumiu a Presidência da República (1985-1990, PMDB-

Formado em direito. É sócio do Sistema Mirante de Comunicações, que inclui jornais e concessões de rádio e televisão no Maranhão. Integra a Academia Brasileira de Letras. É pai de Roseana Sarney (governadora do Maranhão), de Sarney Filho (deputado federal) e de Fernando Sarney (empresário) e irmão de Ivan Sarney (ex-vereador de São Luís). Presidiu o Senado em algumas legislaturas (1995-1997/ 2003-2005/ 2009-2011/ 2011-2013). Ingressou na política como suplente de deputado federal em 1954 pela UDN.

Veja o perfil

Exerceu mandatos de deputado federal (1991-1995/ 1995-1999/ 1999-2003/ 2003-2007/ 2007-2011, PL). Envolvido no escândalo do mensalão, renunciou ao mandato em 2005.

Formado em administração de empresas. Em Mogi das Cruzes (SP), ocupou os cargos de chefe de gabinete do prefeito (1977), secretário de Obras, Viação e Serviços Urbanos (1977-1980) e diretor-presidente da Companhia de Desenvolvimento (1980-1983). Também foi diretor-administrativo da Companhia Docas do Estado de São Paulo (1985-1990). É proprietário rural.

Veja o perfil

Exerceu mandatos de vereador de Belém, PA (1967-1971, MDB), de senador (1995-2003, PMDB) e de deputado estadual (1971-1975, MDB) e federal (1975-1979/ 1979-1983, MDB; 2003-2007/ 2007-2011, PMDB). Foi governador do Pará (1983-1988, MDB/ 1991-1994, PMDB) e

Formado em direito. É empresário, proprietário rural, pai de Helder Barbalho (prefeito de Ananindeua, PA), ex-marido de Elcione Barbalho (deputada federal) e primo de José Priante (deputado federal). Detém concessão de radiodifusão. Candidatou-se ao governo do Pará em 1998 pelo PMDB. Chegou a ser preso em meio ao escândalo da extinta Superintendência do Desenvolvimento da Amazônia. Renunciou ao cargo de senador em 2001 sob acusação de desvio de dinheiro no Banco do Estado do Pará e, por isso, foi considerado inelegível em 2010, mas conseguiu reverter a decisão no Supremo Tribunal Federal.

Veja o perfil

Exerceu mandatos de deputado federal (1999-2003/ 2003-2007/ 2007-2011, PT). Foi ministro da Previdência e Assistência Social (2003-2004) e de Trabalho e Emprego (2004-2005).

Foi secretário do Sindicato dos Bancários de São Paulo. Presidiu a Confederação dos Bancários da Central Única dos Trabalhadores (1992-1994). Fundou e ocupou o posto de diretor-financeiro da Cooperativa Habitacional dos Bancários (1996-1998).

Veja o perfil

Exerceu mandatos de deputado federal (2003-2007, PTB) e de senador (1983-1991, PMDB).

Formado em direito. É proprietário rural, usineiro e empresário. Presidiu o Sindicato da Indústria do Açúcar de Alagoas (1971-1974) e a Associação dos Produtores Independentes de Açúcar e Álcool (1995). É pai de Thereza Collor, ex-cunhada de Fernando Collor de Mello (senador). Candidatou-se ao governo de Alagoas em 2006 pelo PTB.

Veja o perfil

Foi prefeito de Maceió (1979-1983), deputado federal (1983-1987, PDS), governador de Alagoas (1987-1989, PMDB) e presidente da República (1990-1992, PRN).

Formado em economia. Sofreu processo de impeachment por crime de responsabilidade, aberto pelo Senado em 1992, e renunciou ao cargo de presidente no mesmo ano. Teve seus direitos políticos cassados, tornando-se inelegível por oito anos. Tentou disputar a prefeitura de São Paulo em 2000, mas teve a candidatura negada pelo Tribunal Superior Eleitoral. Detém 12 concessões de radiodifusão em Maceió. É neto de Lindolfo Collor, ex-ministro, e filho de Arnon de Mello, ex-governador de Alagoas. Candidatou-se a governador de Alagoas em 2002 pelo PRTB e em 2010 pelo PTB.

Veja o perfil

Exerceu mandato de deputado federal (2007-2011, PL). Ocupou os cargos de secretário de Planejamento da prefeitura do Rio de Janeiro (1985-1988) e de Desenvolvimento Econômico do Rio Grande do Norte (2002-2006). Foi secretário nacional de Economia e secre

Formado em economia.

Veja o perfil

Foi deputado estadual (1987-1988, PDT), prefeito de Campos dos Goytacazes (1989-1992/ 1997-1998, PDT) e governador do Rio de Janeiro (1999-2002, PDT). Ocupou os cargos de secretário estadual de Agricultura, Abastecimento e Pesca (1993-1994), de Segurança

É radialista, casado com Rosinha Garotinho (ex-governadora do Rio e prefeita de Campos dos Goytacazes) e pai de Clarissa Garotinho (vereadora do Rio de Janeiro). Candidatou-se à presidência da República em 2002 pelo PSB. É evangélico.

Veja o perfil

Exerceu mandatos de deputado estadual (1999-2003, PPB) e federal (2003-2007, PPB; 2007-2011, PMDB).

Formado em economia. Presidiu a Telerj (1991-1993) e a Companhia de Habitação do Rio de Janeiro (1999-2000). Ocupou o cargo de subsecretário estadual de Habitação (1999). É evangélico e apresentador de programa de rádio.

Veja o perfil

Exerceu mandatos de vereador de Belém, PA (1989-1991, PMDB), e de deputado estadual (1991-1995, PMDB) e federal (1995-1999/ 1999-2003/ 2003-2007, PMDB).

Formado em direito. Candidatou-se a governador do Pará em 2006 e a prefeito de Belém em 2008 pelo PMDB. É primo e afilhado de Jader Barbalho (ex-governador, ex-senador e ex-deputado federal).

Veja o perfil

Presidente da Confederação Nacional dos Metalúrgicos, filiada à Central Única dos Trabalhadores (CUT). Foi diretor do Sindicato dos Metalúrgicos de Santo André e vice-presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC.

Veja o perfil

Exerceu mandatos de deputada federal (1995-1999/ 1999-2003/ 2007-2011, PMDB).

Formada em pedagogia. Presidiu a Ação Social Integrada no governo estadual (1983-1987/ 1991-1994). É ex-mulher de Jader Barbalho (ex-senador, ex-deputado e ex-governador do Pará). Detém concessão de radiodifusão. Candidatou-se ao Senado em 2002 pelo PMDB.

Veja o perfil

Exerceu mandatos de vereador de Osasco, SP (1983-1988), e de deputado estadual (1991-1995, PT) e federal (1995-1999/ 1999-2003/ 2003-2007/ 2007-2011, PT).

Metalúrgico.

Veja o perfil

Foi deputado estadual por duas legislaturas (1999-2003/2003-2007, PT-MG) e vereador de Belo Horizonte por três legislaturas (1989-1993/1994-1997/1997-1999, PT-MG). Foi delegado federal do Ministério de Desenvolvimento Agrário em Minas Gerais (2007-2010).

É professor de matemática e física. É fundador do Sindicato Único dos Trabalhadores da Educação (Sind-UTE) e integrou a primeira Executiva da Central Única dos Trabalhadores (CUT). Candidatou-se a deputado federal em 2006.

Veja o perfil

Exerceu mandatos de deputado federal (2003-2007/ 2007-2011, PT).

Formado em direito. Ex-metalúrgico, presidiu os sindicatos dos metalúrgicos de São Bernardo do Campo, de Diadema e do ABC, em São Paulo. Fundou e presidiu a Central Única dos Trabalhadores no ABC. Candidatou-se a senador em 1998 e a prefeito de São Bernardo do Campo em 2004 pelo PT.

Veja o perfil

Foi vereadora do Rio de Janeiro (1983-1987, PT), deputada federal (1987-1991, PT) e senadora (1995-1998, PT). Também ocupou os cargos de vice-governadora (1999-2002) e governadora do Rio de Janeiro (2002), ministra do Desenvolvimento Social (2003-2004) e

Formada em serviço social. É evangélica. Candidatou-se à prefeitura da capital fluminense em 1992 e ao governo do Rio de Janeiro em 2002 pelo PT.

Veja o perfil

Foi deputado estadual em duas legislaturas (1999-2003/ 2003-2007, PT) e federal (2007-2011, PT).

É irmão de José Genoíno, ex-deputado federal. Foi chefe de gabinete da prefeitura de Fortaleza (1986) e presidiu o Instituto de Previdência do Município de Fortaleza (1987-1988).

Veja o perfil

Foi prefeito de Murici, AL (2005-2008/ 2009-2013, PMDB).

É filho do senador Renan Calheiros (2011-2019, PMDB-AL) e sobrinho de Olavo Calheiros (deputado estadual) e Renildo Calheiros (prefeito de Olinda, PE). Detém concessão de radiodifusão.

Veja o perfil

Diretor-geral do Senado (1995-2009).

Formado em economia. Foi exonerado do cargo de diretor-geral em 2009, acusado de ocultar da Justiça uma mansão de cerca de R$ 5 milhões. É apontado como um dos responsáveis por atos secretos (não publicados no Diário Oficial) editados pelo Senado entre 1994 e 2009. É irmão de João Maia, deputado federal (2011-2015, PR-RN).

Veja o perfil

Foi deputado federal em quatro legislaturas (1963-1965, UDN; 1975-1979/ 1979-1983, MDB; 1983-1987, PMDB), prefeito de São Luís (1965-1969), governador do Maranhão (1987-1990, PMDB) e senador (1991-1999, PDC).

Técnico em contabilidade. Foi funcionário do Banco do Brasil. Candidatou-se a governador do Maranhão em 1994 pelo PPR e em 1998 pelo PPB e ao Senado em 2002 pelo PDT. Detém concessão de radiodifusão.

Veja o perfil

Deputado distrital por cinco legislaturas (1991-1995/1995-1999, PP-DF; 1999-2003, 2003-2007, PTB-DF; 2007-2011, PMDB-DF). Presidiu a casa entre 2003 e 2004.

Formado em administração de empresas, é técnico legislativo licenciado do Senado. Chefe de gabinete do senador Maurício Corrêa (1980). É fundador da Associação dos Deficientes Físicos de Brasília.

Veja o perfil

Foi deputada distrital (2007-2011, PSDB).

Formada em pedagogia. É empresária, proprietária rural e filha de Joaquim Roriz (ex-senador e ex-governador do Distrito Federal).

Veja o perfil

Deputado estadual por duas legislaturas (1991-1995/1995-1999, PT-SP). Deputado federal (1999-2001, PT-SP). Secretário municipal de Governo de São Paulo, na administração Marta Suplicy (2001-2004)

Formado em direito. Líder do PT na Assembléia em 1995.

Veja o perfil

Foi secretário estadual de Fazenda e de Administração (1987-1990), além de superintendente da Zona Franca de Manaus e vice-governador do Amazonas (1994-1996). Na condição de interventor, assumiu a prefeitura de Manaus (1988), onde também ocupou o posto d

Formado em letras. Candidatou-se a governador do Amazonas em 2010 pelo PR. Presidiu a Empresa de Processamento de Dados do Estado do Amazonas e o conselho de administração do Banco do Estado do Amazonas.

Veja o perfil

Exerceu mandatos de deputada federal (1991-1995/ 1995-1999, PFL; 1999-2003, PSDB; 2007-2011, PMDB).

Formada em sociologia. Foi superintendente da Legião Brasileira de Assistência (1986-1989) e servidora das secretarias de Trabalho e Cidadania (1983-1985) e de Turismo (2004-2006) do Amapá. Presidiu o Instituto Teotônio Vilela no Amapá (2003-2004). Candidatou-se ao governo do Amapá em 2002 pelo PSDB e à prefeitura de Macapá (AP) em 2008 pelo PMDB.

Veja o perfil

Exerceu mandatos de deputado estadual (1979-1983, Arena) e federal (1983-1987, PMDB; 1991-1995, PDC; 1995-1999/ 1999-2003/ 2003-2007/ 2007-2011, PMDB). Ocupou os cargos de secretário da Fazenda do Maranhão (1975-1978/ 1988-1990) e de ministro do Turismo

Formado em direito. Foi auditor fiscal do Tesouro Nacional (1956). Deixou o Ministério do Turismo após denúncias de irregularidades no uso de verbas oficiais durante o exercício do mandato de deputado e utilização do motorista de outro deputado para prestar serviços particulares a sua mulher.

Veja o perfil

Exerceu mandatos de deputado estadual (1991-1995, PSDB) e federal (1995-1999/ 1999-2003, PSDB; 2003-2007, PPB; 2007-2011, PP). Ocupou os cargos de secretário de Transportes de Salvador, BA (1993-1994), e de ministro das Cidades (2011-2012).

Formado em direito. É empresário, casado com Vilma Negromonte (prefeita de Glória, BA) e pai de Mário Negromonte Júnior (deputado estadual). Deixou o ministério das Cidades por conta de irregularidades na pasta.

Veja o perfil

Exerceu mandatos de deputado estadual (1991-1995/ 1995-1999/ 1999-2003, PSDB) e federal (2003-2007/ 2007-2011, PSDB).

Atuou como radialista, consultor técnico da Secretaria de Administração do governo de Goiás (1986-1990) e assistente administrativo das Centrais Elétricas de Goiás S.A. (1990-1995). É proprietário rural/ pecuarista. Detém concessão de radiodifusão.

Veja o perfil

Foi secretário de Segurança Pública e Justiça de Goiás (1999-2002) e senador (2003-2011, PFL).

Formado em direito. Integrante concursado do Ministério Público de Goiás, ocupou o cargo de procurador-geral de Justiça. Candidatou-se ao governo estadual em 2006 pelo PFL.

Veja o perfil

Exerceu mandatos de deputado estadual (1991-1995/ 1999-2003, PT) e federal (2003-2007/ 2007-2011, PT).

Formado em direito. Candidatou-se a prefeito de Anápolis (GO) em 2004 pelo PT.

Veja o perfil

Vereador de Goiânia (1989-1990, PMDB-GO). Deputado estadual por três legislaturas (1991-1995, PDT-GO; 1995-1999, PFL-GO; 1999-2003, PMDB-GO). Deputado federal por duas legislaturas (2003-2007, PPB-GO; 2007-2011, PP-GO).

Formado em direito, é radialista. Foi candidato à Prefeitura de Goiânia nas eleições de 2004 e de 2008.

Veja o perfil

Exerceu mandatos de vereador do Rio de Janeiro, RJ (2005-2009/ 2009-2013, PPS).

É ator. Foi diretor de projetos especiais do Instituto Municipal de Arte e Cultura do Rio de Janeiro (1987-1989) e vice-presidente da Fundação de Artes do Estado do Rio de Janeiro (1999-2000). Presidiu o Sindicato dos Artistas e Técnicos em Espetáculos de Diversão do Estado do Rio de Janeiro (1995-2007) e preside o Retiro dos Artistas.

Veja o perfil

Foi vereador de Manaus (1981-1985) e deputado estadual (1987-1991) e federal (1991-1995), além de vice-prefeito e prefeito da capital amazonense (1993-1996). Governou o Amazonas (2003-2006, PPS/ 2007-2010, PMDB).

Formado em engenharia elétrica. É empresário. Candidatou-se ao governo estadual em 1998 pelo PSL e à prefeitura de Manaus em 2000 pelo PPS. Sua mulher, Sandra Backsmann Braga, é a primeira suplente.

Veja o perfil